Ephesus – Casa da Virgem Maria

Tumba de São João

Ephesus foi uma importante cidade na Grécia antiga, localizada na costa oesta da Anatólia, atual Turquia. No período romano, foi a segunda maior cidade do império, depois de Roma. Chegou, nessa época a ser considerada a segunda maior cidade no mundo (séc. I). Atualmente é o maior sítio arqueológico na Turquia.

A cidade ficou famosa na antiguidade pelo Templo de Artemis, uma das 7 maravilhas da antiguidade (550 AC) e pelo enorme teatro, com capacidade para 25 mil espectadores. Já na era cristã, a cidade foi uma das 7 da Ásia citadas no Livro das Revelações (Apocalipse segundo São João). O Evangelho segundo São João foi escrito ali, segundo reza a lenda.

No início da era cristã São Paulo viveu também em Ephesus, trabalhando com a congregação local e ali teria escrito a Primeira Carta aos Coríntios.

Casa da Virgem Maria

Perto dali, cerca de 7 km de Selçuk, acredita-se ter sido a última morada de Maria, mãe de Jesus, na Bulbul Dag (Nightingale mountain- montanha do rouxinol). O local é reconhecido pela igreja católica e também pelos muçulmanos e tornou-se um importante centro de peregrinação. Segundo consta, Maria teria sido levada até o local por São João, que ficou encarregado de cuidar dela após a morte de Jesus. Ali ela viveu até o dia em que ascendeu ao céu, segundo o cristianismo, no dia 15 de Agosto.

Interior da Casa

 A presença da Tumba de São João e da primeira Basílica dedicada à Virgem Maria no local são consideradas evidências de autenticidade não-científicas. Apesar de nenhuma comprovação científica, o local foi considerado autêntico, extra-oficialmente, pelo Papa Paulo VI, que visitou o local em 1967.

Placas explicativas acerca do local

O local ganhou repercussão no século 19, através das visões de uma freira inválida e estigmatizada, que nunca havia deixado a Alemanha – Anne Catherine Emmerich . Ela descreve o local em Ephesus com impressionante acuracidade e suas visões foram descritas em um livro publicado por Clemens Brentano. Em outubro de 1881 um padre francês descobriu as ruínas do que teria sido a casa descrita pela freira. No início não foi levado muito a sério, mas 10 anos depois, uma expedição encontrou o mesmo local através da mesma descrição no livro. Eles então descobriram que o local era um centro de adoração há séculos, por pessoas que se diziam descendentes dos “Cristãos de Ephesus”. Eles chamavam o local de “Chapel of the Most Holy”, acreditavam que ela havia morrido ali e faziam peregrinações anuais em 15 de agosto.

Fonte

Estivemos lá em outubro de 2008 e o local estava bem cheio de visitantes. Eu fiquei muito emocionada, pois tenho um carinho muito especial por tudo que é relacionado à Nossa Senhora. Pensar que ela pode ter vivido ali, caminhado nos jardins, percorrido aqueles caminhos me causou muita emoção. Visitamos a casa, bebemos a água da fonte ao lado, que dizem ter poderes milagrosos e eu fiquei impressionada com o muro repleto de bilhetes solicitando graças à Santa.

Muro das Graças

Uma revelação minha, sempre que possível, procuro incluir um lugar considerado santo nos meus roteiros de viagem…é uma maneira de agradecer por tudo de bom que acontece comigo e com minha família.

Curiosidades:

– Dizem que Cleópatra e Marco Antônio passaram em Ephesus sua Lua-de-Mel e que os moradores, derramavam vinho (tinto) por onde eles passavam (daí teria surgido o costume do Tapete Vermelho…).

Aguardem outro post sobre Ephesus, dessa vez, sobre a cidade histórica e grande monumento arqueológico.

Claudia Bins

Gerente de Projetos, Blogueira de Viagens, Escritora e Editora de Conteúdo, sou apaixonada por minha família, por viagens e livros, fotografia e marketing digital. Viciada em café!

8 Comments:

  1. Quero voltar com mais tempo.

  2. Interessante, mas é bomn lembrar não só dos lugares que os santos e santas viveram, mas sim também do que eles tentaram no ensinar para sermos mais cristães.

    Fique com Deus, menina Claudia Bins.
    Um abraço.

  3. Conhecer um lugar desses é fantástico. Um verdadeiro retrocesso no tempo… Uma viagem pra gaurdar na memória pra sempre.
    Beijos e desculpe o sumiço. Tô andando mais que peregrino em dia de procissão, hahahahaha. De um lado pro outro. Daqui a pouco eu me acalmo de novo.

    beijos pra ti!

  4. Fascinantes esses lugares históricos.
    Grato por sua visita.
    E tb bastante contente por termos o mesmo gosto musical.

    forte abraço com muitas bençãos,

    Hod.

  5. Cacau:
    Conheci Ephesus, mas não fui à Casa de Maria. Senti muitíssimo, principalmente agora, depois de ler sua terna descrição sobre aquele lugar cheio de magia.
    Beijos

  6. Menina linda,

    Poder externar os sentimentos é a melhor terapia para uma vida feliz. Saiba que você mora, de verdade, no meu coração.

    Beijo imenso.

    Rebeca

  7. oI CACAU, UMA AMIGA FOI HÁ POUCO TEMPO E FICOU EMOCIONADA…EU, VC JÁ SABE….MAS DEVE TER LÁ SEU VALOR HISTÓRICO…AGORA, GRÉCIA E TURQUIA ME FASCINAM…UM DIA AINDA VOU LÁ….
    BJS

  8. Quantos lugares belos que nos deixa por aqui, Cacau.

    Este então é maravilhoso.

    Beijinhos e, espero que estejas bemmmmmmmmmm.

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*