Key West e a Casa de Hemingway

Em nossa visita à Key West não podíamos deixar de conhecer a casa onde morou Hernest Hemingway e sua esposa Pauline. Pauline foi a segunda esposa de Hemingway (que casou-se 4 vezes). Depois de voltar de Paris, onde se casaram, o casal não foi diretamente para Florida, de acordo com nosso guia na casa. Somente após uma temporada em Havana, Cuba, os Hemingway chegaram em Key West, onde um tio abastado de Pauline os havia presenteado com um automóvel.

Passadas algumas semanas o casal resolveu se estabelecer na pequena ilha, onde o generoso tio de Pauline comprou a casa que havia sido construída em 1831 em estilo colonial espanhol para dar ao casal. A casa estava em péssimo estado mas o casal empreendeu uma reforma que a fez renascer das cinzas.

Cheia de curiosidades, a maior delas fica na famosa piscina. A primeira a ser construída em uma residência em Key West, custou exorbitantes $20.000,00, uma fortuna para a época. O próprio Hemingway dizia que a piscina o levou a gastar até seu último centavo. Literalmente, já que diz a lenda que ele pegou um penny do bolso e o atirou sobre o cimento ainda fresco, perto da piscina, aos brados de “tome, leve meu último penny!” A tal moeda, dizem, está até hoje cimentada e visível, mas nós não a encontramos!

 

Outra curiosidade são os gatos da casa. Novamente reza a lenda que em certa ocasião Hemingway ganhou um gato de 6 dedos, de um capitão de navio que passava pela região. O tal gato procriou e muitos dos felinos que vivem ali, hoje em dia, descendem do tal gato. O escritor dava nomes de gente famosa a eles e a tradição se mantém até hoje.

 

Até um cemitério de gatos existe no pátio da casa. Eles estão por todos os lados e deixaram pegadinhas no chão que as meninas amaram!

O interior da casa guarda o estilo da época e minha parte favorita foi o estúdio adjunto à casa, onde o escritor trabalhava. Em estilo austero com sua máquina de escrever e troféus de caça nas paredes, chama à atenção pela luminosidade e frescor. Um lugar muito agradável!

 

O quarto de dormir, o banheiro, a cozinha e a biblioteca com seus móveis espanhóis do séc. XVIII fazem a gente imaginar como era morar ali.

 

 

 

 

 

Tiveram 2 filhos ali, Patrick e Gregory. Em 1940 se divorciaram e o escritor se mudou para Cuba, onde se casou novamente com a também escritora Martha Gellhorn e, mais tarde, com Mary Walsh, com quem viveu até morrer em 1961.

Gostei muito de conhecer melhor a vida desse grande escritor, que tinha personalidade forte e uma fome insaciável de viver grandes aventuras. Para quem curte história e literatura é uma excelente opção de passeio na ilha.

Gostou da história dos gatos? Veja a galeria de fotos dos felinos da casa aqui.

Informações:

Endereço: 907 Whitehead St. – Key West – Florida
Site: http://www.hemingwayhome.com/home/
Não aceitavam cartões, somente dinheiro, quando fomos.

Claudia Bins

Gerente de Projetos, Blogueira de Viagens, Escritora e Editora de Conteúdo, sou apaixonada por minha família, por viagens e livros, fotografia e marketing digital. Viciada em café!

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*